PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 16.01.2019

Quarta-Feira, 16/01/2019 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Consulta Popular deve mudar
O Fórum dos Conselhos de Desenvolvimento Regionais prepara mudanças para a consulta popular deste ano. Segundo a presidente do Fórum, Munira Awad, as áreas da saúde, educação e segurança, devem ficar separadas e ganhar um percentual fixo. A mudança tem sentido. A educação e a saúde já têm garantido percentuais constitucionais nos orçamentos públicos, mas acabam sempre como prioridade na hora da votação. Para evitar que o recurso reservado a consulta popular vá todo para estas três áreas, a idéia e abrir o leque de possibilidades para outros segmentos da economia, como a agricultura, infraestrutura e desenvolvimento regional. O Corede do Botucaraí tem um belo exemplo neste aspecto. A região concentra esforços em uma ou duas demandas realmente necessárias, como recuperação de estradas, por exemplo, e vai em busca de aprovação do recurso na consulta popular. A mudança deve ter o respaldo do novo secretário de Governança e Gestão estratégica, Cláudio Gastal. O encontro dele com a equipe do Fórum causou boa impressão. Gastal será o interlocutor junto ao governo do Estado com a experiência de ter participado da transição em 19 estados brasileiros.


Investimento em segurança
Quando o assunto é segurança de alto padrão, os projetos administrados pela empresa de Porto Alegre ECR Gestão de Risco, em Passo Fundo, já ultrapassam R$ 4 milhões, representando 30% dos contratos em andamento. A empresa especializada em projetos de segurança para condomínios está começando a segunda fase de melhorias no Bosque Village, empreendimento de alto padrão que fica às margens na ERS 324 (Perimetral Sul), que possui 46 lotes numa área de 110 mil m2. A demanda surgiu dos moradores, em função do aumento dos crimes na região e no município. Este ano, a empresa ainda executou na cidade trabalhos no Condomínio La Barra.

 

Acidentes
Em menos de uma semana, dois tombamentos de caminhões na ERS 324, trecho Passo Fundo-Marau. O desnível entre a pista e o acostamento é uma das causas, mas também a velocidade empregada por motoristas de veículos pesados em uma pista extremamente sinuosa.

 

Presídio
A Polícia Civil de Passo Fundo, encarregada de investigar a fuga de 17 presos, na madrugada de sábado, do Presídio Regional de Passo Fundo já tem algumas certezas. Uma delas é que os fugitivos têm alta periculosidade, mas não estão entre os presos com maior capital financeiro. A segunda é que, pelo menos, de quatro a cinco veículos deram apoio externo na fuga. Mas tem muitas dúvidas e uma delas é o fato de as câmeras de monitoramento não terem detectado a ação dos fugitivos. O fato é que o ocorrido só reforça a falência do sistema penitenciário brasileiro.




Fatos 12 e 13.01.2019

Sábado, 12/01/2019 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Duvidando da imprensa 

O vice-presidente da Uampaf e presidente da Associação de Moradores do Centro, José Rodrigo coloca em xeque a credibilidade dos veículos de comunicação de Passo Fundo (todos). Encaminhou ao Ministério Público um pedido para que o mesmo fiscalize a publicação Do que ele considera Fake News por jornais, rádios e TVs da cidade, especialmente quando as matérias se relacionam a conteúdo produzido pela assessoria de imprensa da Prefeitura. Diz o ofício encaminhado ao promotor Cristiano Ledur: “Aqui em Passo Fundo, alguns veículos de informação repassam notícias enviadas pela prefeitura que não condizem com a realidade da cidade e sem ao menos pesquisar a veracidade dos fatos. Principalmente com dados da saúde, segurança, educação, desenvolvimento econômico e outros, que colocam Passo Fundo entre as primeiras do Estado e até do Brasil, que não encontramos em nenhum outro jornal, como Zero Hora e Correio do Povo, ou sites de grande expressão regional e nacional”. Em outro ponto, o líder comunitário questiona o valor gasto em mídia pela Prefeitura. E mais, como vice-presidente da Uampaf pede um canal do MP para averiguar as matérias da imprensa enviadas pela Prefeitura, como se os promotores não tivessem mais o que fazer. O ofício é um disparate, porque menospreza os profissionais que atuam na assessoria de comunicação e os que trabalham nos veículos tradicionais.

 

Fake News
O mesmo líder comunitário que questiona veracidade de releases da imprensa da Prefeitura também é responsável (direta ou indiretamente) pelo conteúdo que é publicado na página do FB da Uampaf. E, pasmem, tem até pesquisa mostrando que as pessoas deixam de rebocar a parede da casa para comprar iPhone (foto). Claro, uma notícia muito verdadeira, uma pesquisa feita por uma ONG sem nome e um pesquisador desconhecido. Quanto conteúdo relevante envolvido neste post. Deve ter mudado a vida de muita gente. E mais, achar que só é verdade uma matéria publica em veículo local se ela também for publicada em jornais da Capital, chega ser uma afronta. A briga do José Rodrigo com o prefeito Luciano Azevedo, que por sinal está processando o líder comunitário, extrapolou da raia do bom senso. Nos deixe fora deste enrosco. Sabemos muito bem o que é uma Fake News.

“Lugar de mulher é onde ela quiser estar. Seja em casa, seja em postos de comando. Acho que já estamos chegando naquele ponto em que existe igualdade entre homens e mulheres”. Nadine Farias Anflor, Chefe de Polícia RS.

 

ICMS
Antecipação do ICMS pelo governo do Estado, que ocorre em todo final do ano fiscal, é uma falsa boa notícia: ela injeta grana pra finalizar melhor o ano, como foi o caso de 2018, mas enfraquece a arrecadação do resto do novo ano.

 

Expulsão
Os vereadores Renato Tiecher, PSB, e Rudimar dos Santos, PCdoB, enfrentam processo de expulsão em seus respectivos partidos.

 

Novo partido
O vereador Gabriel Roberto Toson, PSD, flerta com o PSL de Passo Fundo. Ele deixou a base da administração do prefeito Luciano Azevedo e poderá aproveitar a janela partidária, em abril.

 

Espichada
A partir desta edição, a coluna ganha novo formato no fim de semana. Uma versão mais espichada e que também pretende trazer uma descontração com outra faceta da colunista: a gastronomia. Dicas despretenciosas e com a ajuda dos leitores serão publicadas neste espaço.

 

Petiscando e bebericando
O professor Leonardo Barcellos é médico-veterinário, cientista apaixonado por animais e ex-vice-reitor de Pesquisa e Gradução da UPF. É também um apaixonado por cafés especiais e por vinhos. Sigam ele no Instagram @ljgbarcellos. Além de dicas de harmonização de vinhos e espumantes ele passou a publicar artigos e vídeos sobre Vinho com Ciência.




Fatos 10.01.2019

Quinta-Feira, 10/01/2019 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Super coordenadoria
Se o governador Eduardo Leite, PSDB, conseguir aprovar na Assembleia Legislativa a proposta de redução das Coordenadorias Regionais de Educação, de 30 para 12 unidades, a 7ª CRE de Passo Fundo deve absorver as CRE de Carazinho e Soledade. Juntas, elas atendem 39 municípios e cerca de 160 escolas. Passo Fundo é responsável por 32 municípios e 120 escolas. Ficaria com quase 70 cidades e 280 escolas. Com uma estrutura enxuta e um espaço físico que não comporta ser ampliado, administrar uma super coordenadoria seria um desafio e tanto para o novo responsável, a ser nomeado somente depois do dia 31 de janeiro. O novo governo acredita que reduzindo a estrutura administrativa das CREs, que empregam 1,6 mil professores, poderá liberar, pelo menos, 1,3 para sala de aula.

 

Cargos
Nomeações de cargos do segundo e terceiro escalões do governo ficarão para fevereiro. Partidos que integram a base já fazem levantamento de possibilidades de indicações, consultando suas bases.

 

Sancionado
Diante da não manifestação do Executivo, o presidente da Câmara de Vereadores Fernando Rigon, PSDB, sancionou a lei aprovada pela Câmara, que altera o Plano Municipal de Educação. Proposta determina que a palavra gênero deve ser sucedida pelos adjetivos masculino e feminino.

 

Não é equívoco
Governo Bolsonaro muda edital e deixa de exigir referência bibliográfica permite propagandas em livros didáticos. Li esta notícia umas 10 vezes para não cometer nenhum equívoco. Mas é verdade, a mais absurda verdade.

 

Nomeado
Vinicius Toazza toma posse no Conselho Penitenciário do Estado. Membro do Conselho da Comunidade de Passo Fundo, pretende contribuir diretamente com o Sistema Prisional Gaúcho.

 

Voto secreto
Manutenção do voto secreto para presidência do Senado é o caminho que o ministro presidente do STF, Dias Toffoli irá adotar. Ele negou ontem liminar para que a escolha do presidente da Câmara dos Deputados fosse pelo voto aberto. Independência entre os Poderes é o que determina a Constituição. Quem tem que mudar a regra é o Parlamento, não o Judiciário.




Fatos 09.01.2019

Quarta-Feira, 09/01/2019 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

É o começo
Prefeito de Marau, Iura Kurtz, determinou, no começo desta semana, que o jurídico da Prefeitura realize estudos e elabore norma legal para coibir os foguetes barulhentos em eventos na cidade. Até o fim da semana o prefeito vai oficializar normatização atendendo apelos da comunidade, em respeito especialmente as crianças, aos idosos e animais. Segue exemplo de Passo Fundo. Outras cidades da região, como Erechim, já dispõem de regras rígidas em relação aos fogos barulhentos. São permitidos apenas os luminosos e silenciosos. No município do alto Uruguai a medida já vigora desde maio de 2017, com uma peculiaridade, além dos fogos barulhentos estarem proibidos, os chamados silenciosos precisam de autorização prévia para uso. A intenção dos prefeitos é positiva e tem cunho educativo. O difícil será fiscalizar quando as comemorações são comuns, como o ano novo. Quando os eventos têm organizadores conhecidos, será mais fácil coibir, porque estes podem ser responsabilizados e pagar multas se desobedecerem as regras.


Nova oposição
O ex-candidato à Presidência da República Ciro Gomes, PDT, disse, em entrevista ao El País, que vai esperar os 100 dias de governo de Jair Bolsonaro para começar a cobrar. Ciro se coloca como nova oposição de esquerda no Brasil, pós PT, a quem faz duras críticas: “De lá para cá eles se corromperam. Essa é a triste, dura e sofrida realidade. Apodreceram. Tomaram gosto pelas benesses do poder”, afirmou.


Interferência
O presidente do STF Dias Tóffoli, está com a incumbência de decidir sobre como será a eleição para a presidência do Senado. O ministro Marco Aurélio, em liminar, disse que o voto deve ser aberto. Em que pese o voto secreto não contribuir em nada com a transparência de uma Casa com representação popular como o Senado, a manutenção da liminar é clara interferência de um Poder constituído sobre o outro. A decisão se o voto deve ser aberto ou secreto cabe apenas ao próprio Senado.


Cobiçados
Dois empresários passo-fundenses cobiçadíssimos pelos partidos para a eleição municipal de 2020: Pedro Braier, dono das Farmácias São João, e Erasmo Battistella, presidente da Bsbios. Empresários de sucesso, excelentes gestores na lista top do mundo dos negócios são o sonho dos partidos para uma sucessão que promete novidades.


Notícia
O assessor empresarial da área de negócios do Banco do Brasil, Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente da República Hamilton Mourão, foi nomeado assessor especial da presidência da instituição. O salário passou de R$ 12 mil para R$ 30 mil.




Fatos 05 e 06.01.2019

Sábado, 05/01/2019 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

O governo e a velha política
O Brasil é complexo e complexas são as decisões que precisam ser tomadas para resolver muitos dos problemas enfrentados pela Nação. O início do novo governo está demonstrando o quão será difícil implementar tudo o que se projetou na campanha eleitoral. De cara já se viu que romper com a velha forma de fazer política não é bem assim. O Ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni, que está promovendo uma limpa denomina ‘petetização’, demitindo mais de 300 comissionados, teve que acenar para a oposição no seu discurso de posse. Quer um pacto para promover reformas. O governo que pretende ser diferente e deixar o toma-lá-da-cá, não conseguirá avançar sem negociar com o Congresso. E isso é fazer a velha política. A manutenção da nomeação de Marun no Conselho da Itaipu Nacional é só mais um exemplo de que as coisas não mudarão tão rapidamente como era a expectativa. Além disso, há um grave ruído de comunicação interna no governo. Ou o presidente Bolsonaro só fala quando tiver certeza, ou continuará sendo desmentido pelo próprio governo. O último episódio envolveu o anunciou do aumento do IOF. Onyx disse que Bolsonaro se equivocou. Mas um presidente não pode se equivocar de forma tão freqüente e com temas de tamanha envergadura.

 

Diárias
Levantamento feito pelo Portal Locus, publicado esta semana com base nos Portais transparência do Executivo e Legislativo, aponta que foram pagos R$ 301,2 mil em diárias para servidores da Prefeitura de Passo Fundo, no ano passado. A Câmara de Vereadores gastou R$ 51 mil com apenas 13 vereadores. Proporcionalmente o gasto tem uma disparidade. Os três vereadores que mais usaram diárias: o ex-presidente Pedro Danelli, PPS (R$ 13,1 mil), Rafael Colussi, DEM (R$ 8,3 mil), e Rudimar dos Santos (R$ 6,7 mil). Ainda de acordo com o levantamento do Locus, tem vereador que gastou mais em diária do que o próprio prefeito Luciano Azevedo.

 

Transpasso
Depois da partida prematura do querido Juca da Transpasso, no ano passado, em plena semana Farroupilha, coube a esposa Reialda Almeida comandar a empresa. E está fazendo isso com grande habilidade e com a participação ativa de colaboradores que acompanham há muitos anos a história desta empresa de transporte público de Passo Fundo.

 

Gastos
Mais de R$ 200 mil foram gastos pelo município para recolher lixo em áreas impróprias ou a pedido da comunidade. O relatório é da Secretaria de Transporte e Serviços Gerais. Mas pasmem, custa muito mais ao município limpar uma área com depósito clandestino, do que recolher na casa do cidadão o lixo que ele não quer mais. Estamos falando de coisas recicláveis, móveis etc...






PUBLICIDADE