PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 18.09.2018

Terça-Feira, 18/09/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Na pauta

Segurança pública é o tema que norteia os debates eleitorais e está na pauta do Corede da Produção. Na última semana, na assembleia geral dos presidentes dos Comudes, foi instalada a Comissão setorial que vai discutir a política de segurança pública. A atividade proposta pela presidente do Coredem Munira Awad, encontrou respaldo nos Conselhos Municipais. A atividade é inédita entre os Coredes no Estado. A Comissão foi constituída por representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe, Bombeiros, IGP e Consepro. Também serão convidados para integrar os trabalhos a AMPLA, Ministério Público e Judiciário.  A próxima reunião será dia 19 de outubro, às 8h30. A partir daí será formado um comitê responsável por organizar audiências públicas. O objetivo é apresentar um relatório e sugestões para o próximo governador.

Procedimento

Prefeito Luciano Azevedo, PSB, fez a colocação de dois stents coronário. Um dos procedimentos foi realizado ontem. Menos invasivo, o stent é um pequeno dispositivo expansível de forma tubular, assemelhado a uma mola, geralmente feito de metal ou de ligas metálicas como as de cromo e cobalto. Ele é inserido em um vaso, canal ou ducto do corpo para prevenir ou corrigir a constrição dos mesmos. No caso das artérias, o stent tem o objetivo de evitar o entupimento dessas vias de passagem. Luciano passa bem e deve retornar à rotina do Executivo entre hoje e amanhã, mas com a recomendação de que é preciso reduzir o ritmo e mudar hábitos.

Deferido

A candidatura do professor José Carlos Carles de Souza, PSD, a deputado estadual, foi deferida pela Justiça Eleitoral, seguindo a orientação do Ministério Público Eleitoral.

Recursos

Candidato a deputado federal, Saul Spinelli, PSB, não aceitou recurso do Fundo Partidário, por não concordar com a forma de distribuição destes valores. 




Fatos 15 e 16.09.2018

Sábado, 15/09/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Realismo

José Ivo Sartori não sabe quantas vezes esteve em Passo Fundo durante seu governo. Mas tem certeza que foi a cidade que mais visitou. E cada vez que chega aqui se surprende com boas mudanças. “Vocês que estão aqui todos os dias, talvez não observam o quanto esta cidade se desenvolve. Mas quem vem de tempos em tempos percebe a transformação”, disse o candidato que falou a lideranças empresariais no final da tarde de sexta-feira, na sede da Acisa. Com um discurso realista e demonstrando tranquilidade, Sartori disse aos empresários que não existe milagre para sair da crise. Segundo ele, basta continuar colocando em prática o Plano de Recuperação Fiscal. Advertiu que o país levará mais tempo do que o imaginado para retomar o crescimento e que o Rio Grande do Sul precisa eleger senadores comprometidos com o Estado, indicando José Fogaça e Beto Albuquerque. À noite, Sartori participou de um jantar por adesão no CTG Lalau Miranda.

O Poder econômico

A renovação no Parlamento (estadual e federal) dificilmente será uma realidade nestas eleições. Com a decisão dos partidos em destinar recursos do Fundo Eleitoral para candidatos com mandato, aqueles que buscam se eleger sem este aporte, enfrentam ainda a concorrência desleal nas suas bases eleitorais, justamente dos que tem dinheiro.

Embaraço

Os partidos são os responsáveis pelo descrédito na política ao permitirem o individualismo, a rasteira e práticas nada republicanas num processo eleitoral. Acabam com o interesse de quem trabalha com seriedade e quer fazer a diferença.

 Rápidas

* A Câmara de Vereadores em ritmo de eleições: homenagens e moções integram o trabalho parlamentar.

* Nas ruas, a campanha eleitoral ainda não está visível. Candidatos deixam para usar a estratégia física nos últimos dias.

 




Fatos 14.09.2018

Sexta-Feira, 14/09/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Dos presidenciáveis
* Coordenação de campanha de Jair Bolsonaro, PSL, já admite que não consegue mobilizar apoiadores sem a presença do presidenciável. Mas, os compromissos serão todos mantidos. Bolsonaro passou por nova intervençao cirúrgica na noite de quarta-feira e o filho postou nas redes sociais ontem, que o quadro de saúde do pai é grave.
* Para quem gosta de rir um pouco, nada melhor do que passear pelas contas de alguns presidenciáveis nas redes sociais. O Cabo Daciolo (Patriotas) protagonisa uma cena surreal em frente a uma loja Havan, destrantando a estátua da libertade, símbolo da megaloja em todo o país.
* O melhor de todos é Henrique Meirelles, MDB. Sua equipe de marketing gosta de abusar do making of para mostrar que ele é descontraído, brincalhão e até sorri. SQN.
* Ciro Gomes, PDT, e Fernando Haddad, PT, agora disputam para tirar os brasileiros do SPC. O primeiro lançou o programa ‘Nome Limpo’. E ontem, o petista apresentou o ‘Dívida Zero’.
* “Existe uma cultura política, quem não fica debaixo do guarda-chuva vermelho ou do azul não existe. Essa polarização insana nos levou ao fundo do poço”, Marina Silva, Rede durante sabatina na CBN.

 

Ativos na Internet
Os candidatos do PDT a deputado estadual e federal indicados por Passo Fundo, Airton Dipp e Márcio Patussi, também estão ativos com a campanha eleitoral nas redes sociais. Dipp, ex-prefeito de Passo Fundo, possui três perfis no Facebook, rede onde transita mais. Já Patussi utiliza, além dos perfis no FB, também o Instagram e o Twitter.


Educação
Os rumos da educação no Rio Grande do Sul: realidades, perspectivas e projetos está na pauta de debates na segunda-feira, no auditório da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (Feac) da UPF, a partir das 19h. Na oportunidade estarão reunidos candidatos a deputado estadual, vinculados ao município de Passo Fundo, para uma sessão de exposições sobre o tema.. A atividade é uma promoção da Faculdade de Educação da UPF com apoio do CMP Sindicato.


Jornalismo
Também aproveitando a campanha eleitoral deste ano, o curso de Jornalismo da UPF, realiza entre 17 e 19 de setembro, a 9ª edição do Making Of. Entre os temas da programação: para que serve o jornalismo político e o papel do jornalismo na política. Jornalistas, professores, juízes e políticos foram convidados para as atividades.

 

Sartori
O candidato ao governo do Estado José Ivo Sartori tem compromisso em Passo Fundo entre esta sexta e o sábado pela manhã. Vai estar na Acisa para uma conversa com entidades empresariais no fim da tarde, por volta de 18h, onde também deve falar com a imprensa. No sábado pela manhã cumpre agenda em rádios e depois segue para outros municípios da região.




Fatos 13.09.2018

Quinta-Feira, 13/09/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Progressistas divididos
Grupo do PP gaúcho, ancorado pelo candidato ao Senado Luiz Carlos Heinze, oficializou ontem apoio a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República, no Rio Grande do Sul. Imntegram a frente pró-Bolsonaro o deputado estadual Sérgio Turra, de Marau, o ex-governador Jair Soares e lideranças partidárias de Passo Fundo. Progressistas ligados a direção municipal já fazem campanha para Bolsonaro, antes mesmo de iniciar a campanha eleitoral. A decisão expõe divisão no partido, já que contraria decisão da direção estadual que aprovou aliança com Geraldo Alckmin, PSDB, na disputa nacional, tendo a senadora Ana Amélia lemos como candidata a vice. Na entrevista que concedeu ontem, Heinze lembrou que Ana Amélia já apoiou Manuela D´Ávila à prefeitura de Porto Alegre, também contrariando decisão partidária. Ele negou isso represente divisão no PP.

 

Aplicativo
Como denunciar irregularidades no processo eleitoral: basta baixar o app "Pardal" para Android e iPhone, tirar uma foto da irregularidade e, por meio do App, enviar as evidências para a Justiça Eleitoral, que fará a análise da denúncia. Conheça este e outros apps úteis para as eleições no link: http://bit.ly/AppsJusticaEleitoral …


Gasolina
Preço do litro da gasolina em Passo Fundo bateu no teto de R$ 5,00. Alguns postos ainda fazem promoção a R$ 4,59, R$ 4,72, R$ 4,77, R$ 4,79. As promoções só valem no dinheiro e em alguns casos no cartão de débito.


Na rede
Um grupo de 50 mulheres de Salvador resolve fazer um grupo no Facebook contra Bolsonaro. Isso foi no dia 30 de agosto. Resultado até ontem de manhã: 1 milhão de membros. O número de solicitaçoes não baixa de 10 mil e elas já organizam uma manifestação no Rio de Janeiro. As mulheres são maioria do eleitorado brasileiro. Representam 77 milhões, ou 52% do total. O grupo representa 1,3% deste total.




Fatos 12.09.2018

Quarta-Feira, 12/09/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Livre da acusação de racismo

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, PSL, que se recupera de um atentado sofrido na quinta-feira passada, escapou da denunica de racismo e discriminação. A Primeira Turma do STF decidiu, ontem, por 3 votos a 2, rejeitar denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra ele. Bolsonaro teria dito em um discurso proferido por ele no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, em abril do ano passado que, “ao visitar um quilombo constatou que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador eles servem mais”. Devo entender que, com a decisão do STF, há concordância da nobre corte em relação ao tratamento dado pelo presidenciável aos negros. Se esta manifestação não é racismo, o que é então?

De olho nos políticos

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) lançou, nesta semana, o projeto Publique-se. O site reúne documentos de processos judiciais que citam políticos brasileiros. Segundo a entidade, mais de 30 mil ações integram o banco de dados. O objetivo é facilitar o acesso de repórteres na busca por provas e documentos que possam auxiliar na produção de conteúdo jornalístico. Porém, o conteúdo também pode ser valioso para o público em geral interessado em fiscalizar os políticos brasileiros, especialmente neste momento eleitoral. A ferramenta é gratuita. O site para acesso é o publique-se.org.br.

Reflexão

A título de reflexão: em um mandato o gabinete de um vereador de Passo Fundo custa aproximadamente R$ 1,3 milhão aos cofres públicos, cerca de R$ 25 mil por mês. Isso é caro ou barato? Com a palavra a população.

Desempenho

Próxima pesquisa de intenção de votos vai mostrar qual o tamanho da capacidade do ex-presidente Lula em transferir votos para Fernando Haddad, oficializado ontem como o candidato do PT à Presidência da República. Mesmo sem confirmar, o desempenho da pesquisa d DataFolha, divulgada na segunda-feira, revelou reação animadora para os petistas. 




PUBLICIDADE


PUBLICIDADE