PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 12.07.2018

Quinta-Feira, 12/07/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

A desenvoltura de Ana Paula
Quem assistiu a palestra da secretária de Planejamento, Ana Paula Wickert, na terça-feira durante reunião-almoço da CDL, ficou surpreso com o desempenho da sua apresentação. E a surpresa maior, obviamente, veio de quem nunca ouviu uma apresentação da secretária. Ela foi didática, objetiva, clara e interagiu durante todo o tempo com o público que lotou o salão principal do Clube Comercial para ouvi-la. Como professora do curso de Arquitetura da UPF, deu uma aula. Ana Paula é responsável pela condução dos projetos de revitalização dos espaços públicos da cidade. Na essências desta transformação está o pertencimento. Um espaço público recuperado ou revitalizado propicia que a comunidade se aproprie de forma adequada e este é o futuro. Filiada ao PCdoB, arriscaria dizer que, Ana Paula só não será se não quiser, um dos nomes fortes para 2020.

 

Estratégias
O pré-candidato do PSB ao Senado e vice-presidente do partido nacionalmente participou, na segunda-feira, de uma reunião do diretório municipal do partidio, para dar início as estratégias para a eleição deste ano. Particiaram ainda o deputado estadual Catarina Paladini e o prefeito Luciano Azevedo. Na oportunidade, foram indicados os nomes que representarão ao partido nas próximas eleições, sendo aclamado por unanimidade o apoio municipal aos socialistas Catarina Paladini e Fabiano Pereira para a Assembleia e Saul Spinelli e Elgiane Lago para a Câmara dos Deputados. Também foi ratificado apoio à reeleição de José Ivo Sartori. Beto Albuquerque foi aclamado como pré-candidato ao Senado.


Agradecimento
Beto agradeceu o apoio de seus conterrâneos, e ressaltou que pela primeira vez a região norte do Estado tem a chance de eleger um senador e que continuará honrando o apoio de Passo Fundo e Região no Senado Federal.  O Congresso Estadual do PSB, convocado para o dia 21 de julho, no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado, irá referendar e confirmar as pré-candidaturas aprovadas indicadas pelo diretório municipal.


Apoio
A pré-candidatura de Jairo Jorge (PDT) ao governo do Rio Grande do Sul recebe formalmente o apoio de mais quatro partidos. O ato acontece nesta quinta-feira, 12, às 17h, em Porto Alegre. Jairo estará acompanhado do pré-candidato a vice-governador, Cáudio Bier, dos presidentes do PDT, do PV e dos partidos que estarão juntos na disputa ao Piratini. Também estarão presentes deputados e lideranças partidárias.

 

Perícia
A Justiça deu vistas ao resultado da perícia da área da Manitowoc ao autor da ação que quer a devolução da área para o município, vereador Patric Cavalcanti, DEM.




Fatos 10.07.2018

Terça-Feira, 10/07/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Interesses em jogo

Se havia alguma estratégia por traz do vaivém em torno da soltura ou não do ex-presidente Lula, no domingo, esta estratégia foi bem sucedida sob o ponto de vista político. No aspecto jurídico, o solta e mantém preso foi uma lástima. Só revelou que a polarização política que tem pautado as disputas no país nos últimos tempos se estende também ao Judiciário. Politicamente, pode-se dizer que o juiz Sérgio Moro mordeu a isca. Ao se pronunciar sobre decisão do desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, num ímpeto de rebeldia, colocou em xeque a isenção que deveria ter em relação aos casos envolvendo o ex-presidente Lula. Mesmo que a assessoria da Justiça Federal justifique que a manifestação de Moro ocorreu por ter sido citado, não dá para entender o movimento que fez para não cumprir a ordem judicial, em pleno gozo de férias. Em xeque também a isenção do desembargador Favreto, que não conseguiu desvincular a decisão da relação partidária que tem com o PT. Em suma, os dois poderão ter problemas no Conselho Nacional de Justiça. As respectivas atuações serão questionadas, por extrapolarem competências e agirem de acordo com interesses políticos.

Aeronave

Até o dia 16 deste mês, a Azul vai operar o primeiro voo da manhã que vem de Campinas-SP para Passo Fundo com um ATR72 Turboélice. A aeronave é menor do que a Embraer 195 utilizada pela empresa neste voo. É mais lento e tem cerca de 30 lugares menos. A decisão da empresa é por tempo determinado. No entanto, é bom lembrar que a Azul vem reduzindo sua participação em Passo Fundo gradativamente. Um dos voos já foi cancelado e agora reduz a oferta de lugares.

Reclamação

Pior é que a empresa não fez um comunicado oficial sobre esta mudança, pegando os passageiros de surpresa. Eles embarcaram em uma aeronave em Passo Fundo e no retorno vieram com outra completamente diferente. A mudança consta apenas na Hotran.  

Ignorância

Não vacinar crianças contra doenças como o sarampo, que até bem pouco tempo, estava erradicado, é ignorância dos pais. É grave e o problema requer uma medida mais dura contra a falta de consciência. Porque esta atitude não coloca só em risco a vida de filhos de pais irresponsáveis, é uma questão de saúde pública. Instituir a obrigatoriedade de vacinas para matricular nas escolas, quer sejam públicas ou privadas, pode ser uma alternativa para evitar um desastre.




Fatos 07.07.2018

Sábado, 07/07/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Mulheres e espaço
Pelas novas regras eleitorais e com a confirmação dos Tribunais (STF e TSE), as mulheres não só devem ocupar 30% das candidaturas dos partidos (efetivamente), como também receber 30% do Fundo Partidário Eleitoral para a campanha. Além disso, as mulheres terão direito a 30% do espaço destinado a propaganda eleitoral gratuita na TV e no Rádio. Os partidos devem cumprir as cotas sob pena de responsabilização. O TSE deixou claro ainda que se as mulheres ocuparem mais de 30% das vagas de candidaturas, recurso do fundo e espaço de propaganda devem ser proporcionais. No PSDB nacional, por exemplo, o presidente do partido Geraldo Alckmin (pré-candidato à Presidência da República) já ordenou que o recurso do Fundo seja repassado a coordenação feminina do partido, que está à cargo da deputada federal gaúcha Yeda Almeida. Ela vai gerenciar cerca de R$ 55 milhões para a campanha das mulheres neste ano.


Processo
É um avanço, mas a realidade é que os partidos terão dificuldades de cumprir as cotas, porque não há tantas mulheres engajadas na política como deveria. Somos ainda minoria neste universo masculino. O caminho é longo, porque requer todo um processo de conquista, confiança e conscientização.


Ideologia
Para obter sucesso junto ao eleitor, o candidato à Presidência da República deve combinar posições ideológicas mais à direita no que se refere aos costumes (aborto, legalização de armas e drogas, etc), com um posicionamento mais à esquerda quando o assunto é economia. O resultado está na pesquisa XP/Ipespe, divulgada na semana passada. Em outras palavras, quando o assunto são reformas na economia que mexem no bolso de todos, o pensamento de esquerda aflora, mesmo entre os conservadores. Sinuca de bico para os candidatos.


Voltando à realidade
Não foi desta vez que o Brasil conquistou o tão sonhado Hexa. Estamos de volta à realidade. Se bem que, nesta copa, diante das circunstâncias, a empolgação com a Seleção Brasileira ficou abaixo do esperado. Com 13 milhões de desempregados, um Congresso apático, um país afundado em corrupção e desgovernado, mesmo que conquistássemos o título, ele não serviria nem de alento. Rumo a próxima copa e quem sabe o Hexa. A esperança nunca morre. Mas, em primeiro lugar, que o Brasil seja outro. Quem deve entrar em campo agora são os brasileiros eleitores que tem tudo para mudar a história.




Fatos 06.07.2018

Sexta-Feira, 06/07/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Projeto Guardião
A prefeitura de Passo Fundo vai lançar na primeira semana de agosto o edital para a compra de novas câmeras de monitoramento, dentro do Projeto Guardião. A informação foi dada pelo Executivo à Acisa, uma das entidades que bancou a campanha para que a cidade tenha ampliada a sua capacidade de vigilância pública. Só que o Executivo vai utilizar, neste primeiro momento, os R$ 500 mil que resultaram de emendas impositivas dos vereadores para o orçamento de 2017 e não os R$ 2 milhões, também de emendas impositivas para o orçamento deste ano. O Executivo alega que não tem recursos. o Projeto Guardião consiste em um sistema de videomonitoramento de alta tecnologia, que visa reforçar a segurança da cidade e garantir mais qualidade de vida à população. As 150 câmeras que deverão ser instaladas serão conectadas a Sala de Operações da Brigada Militar, inaugurada em 2016.

 

O projeto
Atualmente Passo Fundo conta com 30 câmeras de monitoramento, que foram instaladas em 2012 e já estão obsoletas. O projeto Guardião prevê a instalação de mais 150 novos equipamentos. As câmeras antigas migrarão para o novo sistema. O custo total do projeto é de R$ 2,5 milhões, justamente o valor já alocado como emendas impositivas nos orçamentos do município.

 

Frente
O vereador Márcio Patussi, PDT, vai solicitar uma reunião da Frente Parlamentar da Segurança Pública, para avaliar a decisão do Executivo em usar apenas as emendas do orçamento de 2017, que corresponde a apenas uma parcela do valor necessário para a implantação de todo o projeto. Para o parlamentar, emendas impositivas devem ser executadas pela Prefeitura, como determina a legislação.

 

Resultado
O diretor presidente da Codepas, Tadeu Karczeski, vem cumprindo metas difíceis à frente da empresa. Conseguiu, no ano passado, a duras penas, reduzir pela metade o prejuízo da Codepas com o transporte coletiva: de R$ 1,6 milhão, para R$ 800 mil. E desde que assumiu o comando da empresa já abriu mais de 400 sindicâncias internas para apurar condutas suspeitas. Muitos dos casos foram resolvidos.




Fatos 05.07.2018

Quinta-Feira, 05/07/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Tarifa entre R$ 3,50 e R$ 3,80
As empresas concessionárias do transporte coletivo de Passo Fundo indicam nas suas planilhas que a tarifa ideal para cobrir os custos está entre R$ 3,60 e R$ 3,80. Hoje, a tarifa praticada é de R$ 3,25. As empresas consideram itens como o diesel, pessoal e manutenção. O índice de passageiro por quilômetro rodado é um medidor importante do custo das empresas. No caso da Codepas, que é uma empresa pública e opera com linhas que não são tão movimentadas, em muitas situações ela praticamente paga para operar. Imaginem rodar um veículo entre o bairro São Cristóvão até a Vera Cruz, com seis ou sete passageiros. Ou percorrer toda a Avenida Brasil com dois passageiros.

 

Análise
As planilhas com o pedido de nova tarifa passam por conferência, antes de serem encaminhadas ao Conselho Municipal dos Transportes, que dará o parecer. A palavra final é sempre do prefeito Luciano Azevedo que, pelo histórico, tem optado por valores intermediários entre o que as empresas desejam, a tarifa atual e o que pode ser razoável para o usuário. Isso, se o município atender ao pedido das empresas.

 

Comparações
Como estamos no começo do processo de elaboração de um novo edital para concessão do transporte público e o que vale é o menor preço da tarifa, inevitavelmente, quando as empresas apresentarem suas propostas e ela for menor do que a praticada, as comparações serão feitas.


Neutralidade
No fim da semana, o Grupo Globo publicou editorial apresentando regras que devem ser seguidas pelos profissionais da empresa em relação ao uso das redes sociais. A empresa proíbe uma série de coisas, como curtir página de candidatos, embora possam seguir. A alegação é a isenção no processo eleitoral. Seguindo a tendência de neutralidade, a Agência Brasil divulgou na segunda-feira, que vai retirar do ar todos os perfis da empresa nas redes sociais, durante a campanha eleitoral.




PUBLICIDADE


PUBLICIDADE