PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 22.08.2018

Quarta-Feira, 22/08/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Notas eleitorais

* O TSE intimou todos os 27.811 candidatos às eleições deste ano, incluindo os 13 candidatos à Presidência da República, a detalharem a declaração de bens, após a Corte recuar de uma simplificação no sistema.

* Somados, somente os candidatos à Presidência da República, o patrimônio declarado neste ano foi de mais de R$ 834 milhões. Os dois mais ricos concentram boa parte dessa quantia: João Amoêdo (Novo), com R$ 425 milhões; e Henrique Meirelles (MDB), com R$ 377,5 milhões.

* Estudo do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) mostra que 79% dos 513 deputados federais tentarão a reeleição em outubro. E a entidade projeta que 75% deles devem se reeleger.

Registrados

Cacá Nedel e Eduardo Peliccioli estão devidamente registrados na Justiça Eleitoral para concorrer a deputado estadual, pelo Podemos. Não constam ainda as declarações de bens.

Voto vegano

Defensor da causa animal, Cacá Nedel, tem como slogan da campanha o voto vegano. No entendimento do candidato, simboliza um voto que luta pela melhoria na vida de todos os animais. Sejam eles animais humanos ou não.

 #Chamaomeirelles

O jeito sisudo de Henrique Meirelles, candidato à Presidência da República pelo MDB, ganha ar descontraído nas redes sociais, especialmente no Twitter. A equipe de campanha aproveita as ferramentas disponíveis para torná-lo mais acessível, assinando os posts com o bordão #chamaomeirelles. Mesmo que as intenções sejam as melhores, o virtual não encaixou com o real.

De olho

O mercado ficou agitado com o resultado da pesquisa Ibope e ontem fechou com o dólar em alta. Em alguns momentos do dia, chegou a passar dos R$ 4. O movimento do mercado no processo eleitoral é indicador importante. Podemos considerá-lo um sujeito sem forma física, que não vota, mas influencia por demais. 




Fatos 21.08.2018

Terça-Feira, 21/08/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Campanha e folclore
A campanha ainda é tímida nas ruas de Passo Fundo. Os candidatos locais concentram estes primeiros dias nas redes sociais para aquela apresentação habitual e, também, nas gravações para os programas gratuitos de rádio e TV, que começam no dia 31 de agosto. No entanto, como estamos em época de Festival de Folclore, natural que haja uma circulação maior de candidatos pelo Parque da Gare. A panfletagem é a forma de abordagem mais usada nas proximidades do Casarão da Cultura. Em alguns momentos no fim de semana, que foi de calorzinho, se viu uma que outra bandeira de candidato circulando pela cidade.

 

Ao vivo
O candidato ao governo do Estado pelo Novo, Mateus Bandeira, ficou 24 horas ao vivo pelo Facebook, falando de suas propostas para o Estado. Das 17h30 de sexta-feira (17) até o mesmo horário do sábado (18), foram mais de 375 mil visualizações, quase seis mil comentários e cerca de 17 mil reações. A ação inédita se inspirou no seriado americano “House of Cards” e foi uma estratégia adotada para compensar seu tempo escasso de TV: apenas 7 segundos. Na maratona, os internautas puderam interagir com o candidato que respondeu a perguntas.

 

Podemos
Os candidatos do Podemos a deputado estadual, Cacá Nedel e Eduardo Peliccioli ainda não aparecem no DiculgaCand, mas confirmam as duas candidaturas. Houve problema no registro, mas o jurídico do partido está resolvendo a situação.

 

Correção
O Éder Jofre Dias (PSTU) é candidato a deputado federal por Passo Fundo e não a estadual como a coluna publicou.




Fatos 18 e 19.08.2018

Sábado, 18/08/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Representatividade necessária

A verba para a ampliação do aeroporto Lauro Kortz, dentro do Plano da Aviação Regional, fora perdida pelo município no ano passado. A notícia foi dada pelo deputado Juliano Roso, PCdoB, que chegou a ser contestado e criticado pela coragem de alertar sobre a situação. A informação tinha como fonte, um técnico do Ministério dos Transportes. O que ninguém sabe é que a possibilidade gerou um movimento que foi fundamental para a manutenção do recurso e o andamento do processo. A articulação do vereador Paulo Neckle, MDB, não convencido de que o pior pudesse acontecer, mudou esta história. Neckle buscou em outro conhecido dos passo-fundense, Caio Rocha, uma ofensiva junto a quem poderia reverter o quadro. Foi a Porto Alegre, e através de Caio se apoiou no deputado federal Alceu Moreira (parlamentar da região de Osório). A solução veio por pressão política junto ao ministro da Casa Civil Eliseu Padilha.

Bastidores

A história que está superada, já que estamos em plena fase de edital para contratar a empresa para fazer a obra do Lauro Kortz merece ser resgatada para enfatizar a importância da representatividade política de Passo Fundo no Congresso Nacional. Quatro anos sem deputado federal que nos representasse com a legitimidade do voto, foram penosos para Passo Fundo e região. É por isso que hoje, O Nacional, em editorial (página 7) se une a entidades e movimentos independentes para defender o voto em candidatos locais.

Beto pode fazer história

Além disso, o passo-fundense Beto Albuquerque, poderá fazer história caso se eleja Senador da República. Para tanto, vai precisar do apoio do município onde nasceu e de toda a região.

Espaço

Para mostrar quem são os candidatos locais que disputam vagas à Assembleia legislativa, à Câmara dos Deputados e ao Senado, O Nacional vai entrevistar os candidatos locais. Eles responderão a 12 perguntas e se apresentarão aos eleitores. As entrevistas serão publicadas a partir do próximo fim de semana e em sequência.

Candidato a deputado estadual

* Adriana de Costa (PV) - R$ 700.000,00 




Fatos 17.08.2018

Sexta-Feira, 17/08/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Campanha virtual e real

Campanha na rua e a alternativa diante da escassez de recursos é usar ao máximo o que for de graça. Poucos impressos, adesivos e botons, pelo menos neste primeiro momento da campanha. O negócio é usar a criatividade e aproveitar os espaços das redes sociais. Uma boa parte dos candidatos tem aproveitado o vídeo para conversar com o eleitor.. Pode fazer e refazer com um simples celular. Postar ou retirar do ar conforme lhe convém. O Facebook é a rede mais utilizada até o momento e para conquistar o eleitor vale criatividade e, principalmente sinceridade. O maior trabalho terão os gerenciadores das redes para interagir e vigiar os haters (inimigos).

Menos candidatos

A eleição deste ano terá cerca de 2 mil candidatos a menos se comparado com 2016. O número é representativo e reflete, primeiro, a falta de recursos para bancar uma campanha eleitoral. Segundo, a crise ética que envolve a política.  

Licença

O vereador Mateus Wesp (PSDB) decidiu por se licenciar da Câmara de Vereadores até a eleição de outubro. Até lá, assumirá a sua cadeira o primeiro suplente do partido, João dos Santos. Vai se dedicar integralmente a candidatura a deputado estadual pelo PSDB

Candidatos a deputado estadual

Juliano Roso (PCdoB) R$263.003,63

Candidato a deputado federal

Alex Necker (PCdoB) – R$32.490,00

Candidato a deputado federal

Eder Jofre Dias - (PSTU) R$411,37

Registros

Alguns nomes que constavam como pré-candidatos por Passo Fundo como Adriana de Costa, do PV, e Eduardo Peliccioli e Cacá Nedel, ambos para deputado estadual pelo Podemos, ainda não constam na relação do Divulgacand. 




Fatos 16.08.2018

Quinta-Feira, 16/08/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Chegou a sua vez eleitor!

Começa oficialmente a campanha eleitoral. Tudo será possível daqui por diante ou não. Depende do eleitor. O cidadão que tem direito ao voto no dia 7 de outubro também tem até lá o tempo suficiente para analisar todos os candidatos que se apresentam nestas eleições. Pode conhecer as propostas de governo, verificar se são factíveis. Pode pesquisar a vida pregressa do candidato, fiscalizar se ele está esbanjando em propaganda, pagando cabos eleitorais o que é proibido. Pode acompanhar os inúmeros debates com os candidatos. A partir de agora, é a vez do eleitor ficar ainda mais atento para, no dia 7, votar de forma consciente nos candidatos que entender sejam melhores para o país e para o Estado. O voto é a grande arma do cidadão brasileiro, que precisa ser utilizada como solução e jamais como protesto.  

Laico, nem tanto

O Estado é laico, mas tem candidato apelando ao divino para operar o milagre de governar a Nação. Acessem os programas de governo de todos. Encontrarão preciosidades como a do candidato à presidência (mais uma vez) Cabo Dalciolo. Ao finalizar a introdução do programa louva: “Toda a honra e toda a glória sejam dadas ao nosso senhor Jesus Cristo! Amem! Chega a ser uma heresia.

Lula

Com R$ 7,9 milhões declarados, sendo a maior parte do valor de uma previdência privada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve o registro feito junto ao TSE pelo Partido dos Trabalhadores. O partido realizou um ato público para formalizar a candidatura. Agora, assim como os demais candidatos, passará pelo crivo da Justiça, que tem até o dia 17 de setembro para definir.  

PSTU

Julio Flores, candidato do PSTU ao governo do Estado, estará em Passo Fundo no dia 18, ás 19h para ato de Lançamento da Campanha na região de Passo Fundo. Será na sede do CPERS/Sindicato.

Registros

Nem todos os registros dos candidatos que representarão Passo Fundo nestas eleições apareceu ontem à noite no site DivulgaCand. A coluna publica hoje mais candidatos locais e os seus patrimônios declarados.

Candidatos a deputado estadual

Mariniza dos Santos (PT) –  R$986,64

José Carlos Carles de Souza (PSD) – R$1.625.594,18

Anthony Andreolla (PSD) – R$300.000,00

Valdair Gomes de Almeida (PR) – R$1.544.846,58




PUBLICIDADE


PUBLICIDADE