PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 23.11.2018

Sexta-Feira, 23/11/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Impeachment
O presidente da Associação de Moradores do Centro, José Rodrigo, tem sido um crítico contundente das ações do Executivo e ontem decidiu bater de frente com o prefeito Luciano Azevedo,PSB. Protocolou na Câmara de Vereadores um pedido de impeachment do prefeito, alegando improbidade administrativa no caso da Manitowoc. José Rodrigo argumenta que Luciano deveria ter retomado a área onde ainda está instalada a indústria e não deveria ter intermediado negociaçao entre a Manitowoc e Comercial Zaffari. A mesma acusação, o líder comunitário faz em outro processo protocolado no Ministério Público Estadual, no dia 9 de novembro, em que pede ao MP para que abra inquérito civil público contra o prefeito. Quanto ao pedido de impeachment, este segue o mesmo trâmite de todas as casas Legislativas. Será analisado juridicamente e depois de dado o parecer será analisado pela presidência. Dificilmente o pedido de José Rogrigo será acatado pelo Legislativo por falta de objeto definido, uma das exigências de um pedido de impeachment.


Uampaf desautoriza
O presidente da Uampa, Luiz Valendorf, desautorizou José Rodrigo a usar o nome da entidade nos documentos. Além de assinar como presidente da AMAC, ele também coloca que é vice-presidente da Uampaf. Valendor disse que a entidade jamais se reuniu para tratar deste assunto, que tem uma boa relação com o Executivo e que atua no movimento comunitário cobrando do Executivo o que deve ser feito em bairros e vilas, mas sempre no campo do diálogo. Ele disse que encaminhará ofício ao MP e à Câmara, solicitando a retirada do nome da entidade dos documentos.


Má fé
Ao comentar a denúncia, o prefeito Luciano Azevedo afirmou que trata-se de uma acusação inconsistente e de má fé. "José Rodrigo dos Santos, há tempos, promove uma campanha contra mim e contra a administração municipal. Foi, inclusive, investigado pela Polícia Civil, denunciado pelo Ministério Público e está sendo processado criminalmente por tentar denegrir minha imagem", destacou Luciano.


Podemos melhorar
Presidente da Acisa, Evandro da Silva disse ontem na abertura da Expoacisa, que a feira sai dentro do que se esperava, mas que a entidade tem plena consciência de que é possível melhorar ainda mais. “precisamos inovar sempre e contribuir ainda mais com o desenvolvimento de Passo Fundo”, enfatizou.

 

Chegou
E a estátua da liberdade que vai ornar a loja da Havan em Passo Fundo chegou ontem de manhã. Motivou a que curiosos aproveitassem o feito para garantir o registro para o futuro: selfiando-se ao lado da imagem ainda coberta.




Fatos 22.11.2018

Quinta-Feira, 22/11/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Comemorando resultado
O Bella Città Shopping já registra um crescimento de 11% nas vendas até o momento, se comparado a igual período do ano passado. O empresário Sérgio Zaffari comemorou o resultado durante o anuncio do Lojista do Ano, evento realizado na terça-feira à noite em espaço especialmente costumizado para receber os lojistas, imprensa e convidados. A Le Freddo Gelateria foi a grande vencedora do ano. Com localização privilegiada, o shopping, segundo o empresário, recebe em média cerca de 600 mil pessoas por mês. É um número extraordinário e que traduz o bom momento vivido por Passo Fundo. Os empresários lojistas não escondem otimismo com as festas de fim do ano. As contratações temporárias no comércio, não só cresceram como há grande possibilidade de muitas se tornarem efetivas a partir de janeiro.

 

Tempo real
Marqueteiro de primeira, o empresa Luciano Hang não poderia perder a oportunidade de transmitir ao vivo, pelas redes sociais, o transporte da estátua da Liberdade que será instalada na mega-loja Havan. Inauguração programada para o dia 8 de dezembro, o feriado em homenagem a padroeira do município, Nossa Senhora da Conceição.

 

Selo
Projeto do vereador Mateus Wesp, PSDB, aprovado pela Câmara, cria o selo da cerveja de Passo Fundo, para produtos fabricados aqui. Mercado em franca expansão.

 

Contra o assédio
Agora é a vez de Goiás se manifestar contra possível assédio moral a professores. O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado de Goiás expediram recomendações para impedir que isso ocorra. As ações integram um movimento coordenado nacional. A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), sugeriu a expedição das recomendações às instituições públicas de educação básica e superior de todo o país. Pluralismo de ideias e concepções pedagógicas. Respeito à liberdade e apreço à tolerância.

 

Passa
Apesar da dificuldade aparente, deputado Gilberto Capoani, MDB, acredita que projeto que mantém a majoração do ICMS para os próximos dois anos, seja aprovado. Não há outra alternativa para o Estado.

 

Twitada
O presidente eleito Jair Bolsonaro comunica oficialmente: “Informo que até o presente momento não existe nome definido para dirigir o Ministério da Educação”. Obrigada! De nada!




Fatos 21.11.2018

Quarta-Feira, 21/11/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Bancada Independente

O convite feito pelo governador eleito Eduardo Leite para que o MDB integre a base a partir de 2019 é recebido com ressalvas pelos dois deputados emedebistas da região. Vilmar Zanchin, de Marau, disse que não vê ambiente pra entrar no governo neste momento. Internamente há quem defenda que esta discussão passe por instâncias partidárias. Mas, ele acredita que a bancada manterá atuação independente na Assembleia Legislativa, votando alguns projetos ou contra ou favor, mas sem ocupar espaço no governo. Mesma posição defende o deputado Gilberto Capoani, de Passo Fundo. “Não vou fazer oposição radical. E vou votar favoravelmente aos projetos que eu defendi na campanha. Independentemente de fazer parte do governo ou não”, disse ele.

Fora da base

O vereador Roberto Gabriel Toson, PSD, informou na sessão plenária da Câmara de Vereadores, que está deixando a base partidária da administração do prefeito luciano azevedo. Toson disse que vinha amadurecendo esta ideia há mais tempo, tentou conversar com o próprio prefeito, mas não foi recebido. Ele deixou claro que a decisão é pessoal, com o aval do deputado federal Danrlei de Deus e disse que o partido tem uma reunião neste quinta-feira para avaliar esta situação. Entre os cargos que o PSD ocupa no governo está a presidência da Codepas, com Tadeu Karczeski.

Indicações

A administração municipal não foi comunicada da possível saída de Toson da base aliada. Na semana passada, o vereador havia solicitado uma agenda com o prefeito Luciano. Quando ela foi marcada, o vereador informou que não poderia comparecer por motivo de saúde. Segundo uma fonte do Executivo, é desejo de que o vereador se mantenha na base. Caso isso não aconteça, Toson seguramente irá comunicar a administração e afastar as pessoas indicadas por ele para o governo.

Transição

Bolsonaro informa pela rede oficial Twitter que o médico e deputado federal Henrique Mandetta (DEM) será o ministro da Saúde, para tapar ralos.

 

 




Fatos 20.11.2018

Terça-Feira, 20/11/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Tensão pré-votação

Clima tenso na Câmara de Vereadores antecede a votação do projeto que pretende retirar do Plano Municipal de Ensino a palavra gênero. Os vereadores Roberto Gabriel Toson, PSD, Ronaldo Rosa, SDD e Mateus Wesp, PSDB, vêem ‘ideologia de gênero’ na presença da palavra gênero no PME. Uma ideia que se propagou para tentar barrar um dos grandes avanços da educação brasileira que é a igualdade de gênero. A ideia da ‘ideologia de gênero’ se multiplicou de tal forma (na velocidade da luz das redes sociais) que, explicar, neste momento, que focinho de porco não é tomada tornou-se quase impossível. Será preciso um esforço descomunal para desconstruir algo que nunca existiu. Até a votação da matéria, as sessões prometem ser movimentadas. Quem acompanha de perto tudo isso é promotra Ana Cristina Ferrareze, uma figura atuante no processo de construção do Plano. O crivo constitucional está na mira. 

Economia

Uma mudança na forma de comprar energia e a adoção de energia limpa deve gerar, a partir de outubro deste ano, até 2019, uma economia de R$ 1 milhão à Universidade de Passo Fundo. A instituição passou a comprar energia no mercado livre, utilizando a RGE como canal de transmissão. Está reforçando a missão de Universidade comunitária e cumprindo sua responsabilidade social.

SQN

Carta branca do futuro super-ministro da Economia Paulo Guedes tem alguns limites já impostos pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. Liberal conhecido do mercado e defensor sem limites da privatização da Petrobrás e de todas as estataism seguindo a linha do futuro ministro, o economista Roberto Castello Branco foi anunciado ontem como novo presidente da Petrobrás. Por ele e por Guedes, a empresa seria vendida integralmente. Mas, Bolsonaro já avisou que não é bem assim. Dará uma de Jack, o Estripador: será por partes.

Crime

Produção e compartilhamento de notícias falsas, criação de perfis falsos de empresas, profissionais liberais e pessoas físicas deve se constituir em crime passível de punição rígida. As pessoas estão confundindo liberdade de expressão com picaretagem sem limites. Já tivemos provas suficientes de que a coisa fugiu do controle.   

 

 




Fatos 17 e 18.11.2018

Sábado, 17/11/2018 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Desconforto na base

Causou desconforto entre os partidos que integram a base do prefeito Luciano Azevedo a informação de que o PSDB deve lançar o radialista Lucas Cidade como candidato a prefeito em 2020. Num governo de coalizão, como o de Luciano, o normal seria que a discussão fosse feita primeiro entre os partidos da base e no momento oportuno. O prefeito também não gostou e considerou a atitude precipitada. “Lançar uma candidatura agora é um desrespeito com um governo que nem chegou à metade de seu mandato. Antes de pensar na eleição de 2020, o deputado Mateus Wesp, que preside o PSDB local, deveria se preocupar em fazer um grande mandato e ajudar a cidade. É isso que Passo Fundo espera dele”, afirmou. Luciano foi duro na declaração e deixou claro que quem se sentir incomodado no governo pode se retirar, inclusive o PSDB, que ocupa generosos cargos na administração municipal.

Mais médicos

A decisão do governo cubano em romper, unilateralmente, a participação no programa Mais Médicos no Brasil, foi considerada precipitada por alguns analistas. No entanto, é conveniente mencionar, que essa atitude seria tomada por Cuba mais cedo ou mais tarde. As divergências ideológicas entre Cuba e o futuro governo do Brasil são óbvias e a parceria não se sustentaria.

O que será feito?

Resta saber se o governo Bolsonaro vai manter o padrão atual do programa, mesmo com contratações de profissionais brasileiros ou os municípios vão arcar com os custos? A CNM já manifestou contrariedade se houver mudanças. Em Passo Fundo, sem o convênio com o governo federal, o custo de apenas um profissional representa quatro vezes mais do que o valor pago aos quatro médicos cubanos na parte que cabe ao município. É uma diferença estrondosa.

Chapada

Prefeito de Chapada, Carlos Catto, mais uma vez nos noticiários. Convidou o médico cubano Richel Collazo Cruz, 36 anos, para ser secretário da Saúde. Objetivo é manter o médico no muncípio, onde ele está desde 2014. Catto também foi o primeiro e único até agora do interior, a oferecer abrigo a 50 imigrantes venezuelanos. Aliás, estão todos trabalhando, segundo reportagem de ON nas páginas 12 e 13 desta edição. 

Censo ameaçado

O IBGE lançou nota nesta sexta-feira manifestando preocupação com o futuro da produção de informações estatísticas no país, que dependem  de recursos financeiros, tecnológicos e, principalmente, humanos para serem captadas. Desde 2008, o IBGE perdeu mais de 2,4 mil servidores, o equivalente a um terço do total. Este quadro pode se agravar ainda mais, chegando a um impasse, pois, hoje, mais de um terço do quadro funcional do IBGE já está apto a requerer aposentadoria. Essa crise ameaça todo o plano de trabalho do Instituto, incluindo a realização do Censo Demográfico 2020, que já se encontra em planejamento. 






PUBLICIDADE