PUBLICIDADE

Cultura


Música nativista no Sesc

Publicada em: 20/10/2018 - 09:40

Grupo Wagner & Cia apresenta o show musical “Cantandeiros” neste sábado

Música nativista e linguagem urbana se misturam em show inédito no Teatro do Sesc Passo Fundo, neste sábado (20), a partir das 20h. O espetáculo musical com base no nativismo gaúcho, “Cantandeiros”, é uma produção o grupo Wagner & Cia e apresenta algumas das músicas mais conhecidas do gênero, como “Desgarrados”, “Veterano” e “Vento Negro”. Devido à temática exigente em termos vocais, dois professores de música dirigem a equipe: Julian Teixeira e Guilherme Gambetta. Somam-se ao elenco os músicos Joelson Godinho, na gaita; Magda, na percurssão; e Adriano Teixeira, Dadá Lima, Miriê Tedesco, Kauane Klein, Márcia Wagner, Aline Bouvié e Cláudio Wagner, nos vocais. 

Sobre a escolha do repertório, o fundador da companhia, Cláudio Wagner, diz que todos têm influência da música nativista em suas vidas, mesmo que não tenham uma atividade específica no Movimento Tradicionalista Gaúcho. “Quem nunca cantarolou ‘eles se encontram no cais do porto pelas calçadas, fazem biscates pelos mercados pelas esquinas’?”, ele provoca. “Eu diria que o que pesou foram essas músicas, que estão na nossa mente e que fluem livremente quando as ouvimos. Pensei, então, em fazer um show com as músicas que estão nas nossas vidas. Se isto me agrada, acredito que possa agradar as pessoas que irão nos ouvir no sábado”.

No palco, a equipe explica que a dinâmica funcionará com a presença de três instrumentos - o violão, a gaita e o bumbo leguero. “Serão quatro vozes masculinas que apresentarão a maioria das músicas, com arranjos criados pelos diretores, e haverá uma participação de três vozes femininas em quatro delas”, adianta. Os ensaios, que acontecem em estúdio próprio e culminam na peça final, vêm ocorrendo desde julho de 2018. “Fomos selecionando as músicas e verificando o tom da vozes e o Julian e o Guilherme foram criando os arranjos das quatro vozes masculinas para cada música. É um dos shows que deu mais trabalho para realizar em função dos arranjos vocais. Neste último mês temos feito em torno de três ensaios por semana”.

“A vida é agora”

A companhia passo-fundense chega ao seu vigésimo sexto show com a mesma busca desde o início, ainda segundo o músico e psiquiatra Cláudio Wagner: espantar os males, como já prometia o velho ditado. “Fazer música na minha vida deixou de ser hobby há muito tempo para se tornar um projeto paralelo de vida. É uma coisa que faço por prazer, quando estou com tempo livre. Tem uma máxima que eu considero muito e diz assim: ‘a vida é agora, não é para depois’. Isto eu digo para os meus pacientes e exercito na minha vida. Nós temos que fazer as nossas atividades concomitantemente, não dá para deixar para depois”. Ele defende ainda que, para se ter saúde mental, é necessário cuidar da própria mente, criando tempo para fazer aquilo que lhe faz bem. “No meu caso é a música, mas poderia ser qualquer outra atividade. Por incrível que pareça, tem muita gente jovem e de mais idade que vive jogando a vida para depois. ‘Quando eu passar no vestibular vou ser feliz, quando eu me formar, quando eu terminar a minha residência, quando eu começar a trabalhar, quando eu me aposentar...’ Cuidado! Pode não dar tempo”, divaga Wagner.

 

 

Serviço

O que: Show Cantandeiros - Wagner & Cia

Quando: 20/10 - Sábado

Quanto: R$ 50 inteira ou R$25 meia-entrada

Reservas: (54) 3313-6366

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE