PUBLICIDADE

Esporte


Jogo do acesso

Publicada em: 17/11/2018 - 09:15, por Redação ON [email protected]

Contra a AGE, PFF joga por um empate no tempo normal e também na prorrogação

Jogo do acesso

Romarinho marcou 21 gols na Série Prata

Crédito: Guilherme Canal / PFF

Chegou a hora da primeira decisão do Passo Fundo Futsal. No confronto de volta da semifinal, a equipe entra em quadra por um empate para se garantir na final da Série Prata e conquistar o acesso para a Liga Gaúcha de Futsal do próximo ano. O jogo está marcado para às 20h de sábado (17), no Ginásio Capingui. Por ter vencido a partida de ida por 5 x 2 em Guaporé, o PFF joga por um empate. Caso seja derrotado nos 40 minutos, possuí a vantagem de se classificar com um empate também na prorrogação. “Estamos cientes da dificuldade que será o jogo, precisamos fazer valer o fator casa e nos impor, pois se deixar a AGE jogar corremos riscos. Nós estudamos muito esta semana e trabalhamos como sempre para que tudo se encaixe na decisão”, disse o técnico Alexandre Boeira.

 

Desfalque
Ismar e Zezinho eram dúvidas para o jogo durante toda a semana. Ismar conseguiu se recuperar das dores no tornozelo e está em condições de disputar a partida. Zezinho sofre com problemas no joelho e está fora do restante da competição.

Duelo de artilheiros
Além da premiação coletiva, a artilharia também está em jogo no confronto. O principal goleador da competição é Gregory, da AGE, com 25 gols. Na sequência aparece Romarinho, do PFF, que balançou as redes 21 vezes. O jogador do Passo Fundo Futsal tem como um dos objetivos terminar a Série Prata como goleador máximo. “Com certeza. É algo que vai ajudar minha equipe. Se eu for artilheiro, a equipe vai ser ajudada”, conta. Apesar de estar quatro gols atrás do rival, Romarinho pode eliminar Gregory na semifinal e jogar dois jogos a mais que o atleta da AGE. “Seria bom se ele fosse eliminado”, brinca o jogador. Se conquistar o prêmio individual, o jogador do PFF vai honrar o apelido que recebeu nos tempos de criança, em que jogava em Carazinho. O menino fazia muitos gols, mas não voltava para ajudar seus companheiros na defesa. Por isso, passou a ser chamado de Romarinho.

 

2017
“Tá engasgado. Não desce. Não tem como engolir”, fala o jogador. Isso, porque o Passo Fundo Futsal foi eliminado nesta mesma fase no ano passado, contra Parobé. Romarinho chegou no clube na metade de 2017 e é um dos remanescentes do grupo. Vivendo em Passo Fundo, acredita que apesar de os jogadores não terem superado a eliminação do ano passado, quem mais sofre é o torcedor.

 

Ingressos
Restam aproximadamente 300 entradas sendo comercializadas no Capingui. Neste sábado, a venda se inicia às 9h e o preço é R$ 20. A previsão é de que todas os ingressos sejam vendidos antes do início da partida. A recomendação da direção do PFF é que os torcedores comprem antecipadamente.


APAS
Mesmo com o clima decisão no Capingui, alguns jogadores realizaram uma visita beneficente na quarta-feira (14). Rafa Missio, Lucas Gabriel, Thales Borges e Romarinho, além do gerente de comunicação Guilherme Canal e do presidente da Força Jovem, foram até a Associação de Pais e Amigos de Surdos de Passo Fundo (APAS) e deixaram uma camisa do time e também uma bola para as crianças. A entidade passa por um momento delicado financeiramente e com possibilidade de fechar. Toda ajuda para a Associação é bem recebida e o contato pode ser feito pelo telefone 3045-1464.

 

Semifinal – Sábado 20h

PFF x AGE – Passo Fundo – Ida: 5 x 2 PFF
ABELC x AMF – Boa Vista do Buricá – Ida: 5 x 4 AMF

 

Classificação geral
1- PFF – 52 pts
2- ABELC – 48 pts
3- AMF – 46
4- AGE – 36

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE