PUBLICIDADE

Geral


Temporal causa estragos em Passo Fundo e região

Publicada em: 25/09/2018 - 06:00, por Redação ON

Já Choveu mais de 270 mm desde o início de setembro e a previsão é de que a instabilidade permaneça nos próximos dias

Temporal causa estragos em Passo Fundo e região

Em Passo Fundo teve queda de poste, alguns galhos de árvores e alagamentos em pontos da cidade

Crédito: Leonardo Andreoli/ON

O temporal da manhã desta segunda-feira causou estragos em Passo Fundo e municípios da região norte do Rio Grande do Sul.Em Passo Fundo, além da forte chuva, foram registradas rajadas de vento e queda de granizo em alguns pontos. Até às 9h de ontem, o acumulado de chuva no mês já era de 271mm, o segundo maior dos últimos 18 anos, ficando abaixo apenas do ano de 2009, quando choveu 409mm no mês de setembro.


Na Petrópolis, um poste de madeira caiu sobre um veículo que trafegava pela Rua Rui Barbosa, nas proximidades da Faculdade Ideau. Apesar dos estragos no veículo, o condutor não ficou ferido. No Aeroporto Lauro Kortz, o vento causou danos no telhado do terminal de passageiros. Funcionários precisaram colocar avisos e retirar a água que se acumulou com rodos durante a manhã de ontem. Em outros pontos da cidade, como na Vila Mattos, fios da rede elétrica caíram, assim como galhos de árvores. Na BR-285 há galhos e troncos de árvores caíram na pista. Na região, conforme informações do Portal Clic Soledade, no município de Mormaço houve estragos. Postes caíram e residências destelhadas. Em Soledade, o temporal arrancou o telhado de pavilhão no Rincão do Bugre.


Instabilidade
Conforme o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet, Ivegndonei Sampaio, as áreas de instabilidade começaram chegar a Passo Fundo ainda no domingo. Nuvens muito carregadas passaram pelo município, mas não ocasionaram muita chuva no domingo. No entanto, na manhã de ontem, uma nova e forte área de instabilidade chegou à região causando pancadas de chuva e ventania de moderada a forte intensidade. Na Estação Meteorológica da Embrapa a maior rajada registrada alcançou 62Km/h. No entanto, é possível que em outros pontos da cidade, possam ter ocorridos rajadas maiores.


A semana
A primeira semana da primavera deve ser de chuvas durante todos os dias. As áreas de instabilidade podem provocar pancadas de chuva seguidas de trovoadas e descargas elétricas pelo menos até a sexta-feira. Também há a possibilidade de queda de granizo em pontos isolados. Durante os próximos dias as temperaturas mínimzas ficam entre 14ºC e 16ºC e as máximas entre 22ºC e 24ºC. Na sexta-feira é possível que ocorra uma elevação e a máxima possa chegar aos 28ºC.


Sampaio lembra que a primavera é a estação de transição na qual a atmosfera sai do padrão seco do inverno e ganha o padrão úmido e quente do verão. “Durante a primavera aumentam os transtornos causados por temporais que acontecem com mais frequência em todo o Estado”, explica. Ele lembra ainda que conforme o último prognóstico divulgado indica, para o próximo trimestre, a possibilidade de ocorrência de El Niño, embora não seja possível precisar a intensidade do fenômeno.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE