PUBLICIDADE

Cidade


Passo Fundo recebe investimento de R$ 34 milhões

Publicada em: 13/12/2018 - 18:30

Recurso será usado para ampliação na rede coletora, além de outras obras, no Pinheiro Torto

Passo Fundo recebe investimento de R$ 34 milhões

Solenidade na manhã desta quinta-feira (13), no Palácio Piratini, contou com a presença do governador

Crédito: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Um edital para obras de esgoto sanitário em Passo Fundo foi assinado ontem (13) pelo governador José Ivo Sartori. O investimento, na casa de R$ 34 milhões é destinado à ampliação de redes coletoras, construção de elevatórias e emissários do Pinheiro Torto.O município está entre os 14 contemplados com investimentos, de mais de R$ 247 milhões, para qualificação dos sistemas de água e esgoto.


Os recursos vêm da Companhia Riograndense de Saneamento(Corsan) e também de financiamentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do governo federal. Entre os serviços, estão previstas obras de ampliação das Estações de Tratamento de Esgotos de Canoas e Gravataí, incluídas dentro dos compromissos da PPP (Parceria Público-Privada) da Corsan. Conforme do diretor-presidente, Jorge Melo, “melhorar o abastecimento de água e o esgotamento sanitário é, sem dúvida, melhorar a saúde pública.”


Investimento em quatro áreas
Na solenidade, em Porto Alegre,foram assinadas as ordens de início de obras e editais em quatro áreas: saneamento básico e fornecimento de água, habitação, educação e segurança pública. De acordo com o secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Rogério Salazar, são 73 ações que vão beneficiar diretamente 37 municípios, num total de R$ 266 milhões. “Estamos atendendo à determinação do governador e trabalhando até o último dia da nossa gestão para, de forma integrada, prestar melhores serviços à população.”


Na área da habitação, cerca de 500 pessoas foram beneficiadas com a regularização fundiária da área Juliano Moreira, no bairro Jardim Botânico, em Porto Alegre. Dezoito famílias receberam o termo de regularização, que vai permitir o registro dos imóveis, uma conquista esperada há 30 anos.


Também foram anunciadas obras em 18 escolas da rede estadual, nos municípios de Porto Alegre, Crissiumal, Alvorada, Palmeira das Missões, Chuí, Gravataí, Ivorá, São Marcos, Serafina Corrêa, Poço das Antas, Faxinal do Soturno, Rio Grande, Agudo, São Borja, Cristal e Alegrete. O investimento total é de R$ 3.118.311,73, a maior parte do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), mais especificamente do chamado salário-educação. Conforme a secretária adjunta da Educação, Iara Wortmann, “qualquer obra, por menor que seja, é muito importante. Nós, educadores, sabemos muito bem disso”.


Outra confirmação importante foi a assinatura da ordem de serviço para início das obras da Cadeia Pública de Alegrete, que vai ter 286 vagas. Serão R$ 16,2 milhões de investimento, com recursos da União e contrapartida do Estado. De acordo com o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, o sistema prisional é o elo frágil do esquema de segurança. “Está na raiz da violência e do crime, não apenas no nosso Estado, mas em todo Brasil. E o governador decidiu investir e fazer da nossa pasta uma prioridade.”

PUBLICIDADE



PUBLICIDADE