PUBLICIDADE

MIX


Sensação de fome aumenta em baixas temperaturas

Publicada em: 15/07/2018 - 10:30

Sensação de fome aumenta em baixas temperaturas

Crédito: Divulgação

Você já deve ter ouvido por aí a máxima de que é normal comer mais no inverno, uma vez que o corpo precisa de uma quantidade extra de calorias para manter sua temperatura estável. A história até tem seu fundo de verdade, mas não dá para levar ao pé da letra e sair por aí devorando o que der na telha.

O organismo queima mais calorias para aumentar o metabolismo. Normalmente, no frio, o apetite é maior porque a digestão ocorre com mais facilidade. No inverno o nosso corpo tem que trabalhar mais para manter a nossa temperatura corporal adequada e isso faz com que o nosso metabolismo fique mais acelerado e, consequentemente, nosso corpo vai gastar mais calorias. Precisamos, em média, de 100 a 200 calorias extras nos dias frios. O que representa pouquíssima adição de comida na dieta.

A orientação nutricional segue justamente o caminho inverso. Os meses mais gelados são ideais para quem quer entrar em forma (já que o gasto calórico é maior) e, para isso, basta escolher alimentos que auxiliam na sensação de saciedade, enganam a fome persistente e fornecem baixa ingestão calórica e que mantenham a temperatura mais quente. Privilegie a indicação de temperos como canela, cravo, gengibre, pimentas, curry e a páprica, eles tem ação termogênica. Sopas, chás, mingaus e cafés são boas opções.

A melhor recomendação neste caso é: saboreie devagar os alimentos, desfrute de cada refeição e coma com atenção plena. Desta forma, o prazer da refeição será prolongado e você saberá identificar melhor a saciedade, terminando de comer na hora certa.

Escolha um dia da semana para comer o prato que quiser. Afinal, ninguém é de ferro! Mas nada de relaxar: no restante dos dias, ande na linha! Essa “liberação” pode ser encarada como um prêmio depois de uma semana de alimentação disciplinada, com foco nos seus objetivos. Você merece! 

ATENÇÃO:  

- Mantenha a ingestão de líquidos em mais ou menos 2 litros e se preferir 30ml por quilo de peso, como há maior necessidade de produção de calor, o corpo necessita também de água.

Exemplo: Uma pessoa de 60 quilos Deve multiplicar 60 por 30 que resulta em 1,8 litros ao dia

60 kg x 30ml = 1800 ml ou 1,8 litros

- Atividade física é essencial para o funcionamento do organismo, além do gasto de energia, libera hormônios do bem estar, mantendo assim o estresse sobre controle e aquece o organismo.

 

Veja sugestões de receitas que também ajuda a esquentar 

CHÁ DE GENGIBRE

Acompanhado de limão e canela, o chá de gengibre fica delicioso e ajuda (e muito!) a aquecer nosso corpo.

A bebida ainda aumenta nossa carga de energia e ameniza dores musculares. Bom, né?

 

SOPA DE ABOBRINHA

Ingredientes:

1/2 cebola

1 colher de sobremesa de azeite de oliva

250g de abobrinha

500 ml de água

Modo de preparo:

Refogue a cebola e o azeite de oliva, acrescente os outros ingredientes e cozinhe até amolecer. Espere esfriar, bata no liquidificador e sirva.

 

BANANA ASSADA COM CANELA

Ingredientes:

Banana

Mel ou açúcar mascavo

Canela

Modo de preparo:

Numa assadeira corte as bananas em rodelas, adoce e polvilhe canela em cima. Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 5 minutos.

*Também pode ser feita em forno micro-ondas (aproximadamente 1 ½ minuto).

 

 

Patricia Folle Nutricionista CRN² 2037

www.patriciafolle.com.br

Palavras-chave:

gastronomia

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE