PUBLICIDADE

MIX


O elo entre educação e serviço

Publicada em: 29/09/2018 - 10:00

À frente da instituição de ensino Elosul há quinze anos, Dr. George Ruschel fixa-se agora em Passo Fundo com a intenção de mostrar na prática a qualidade de seus serviços odontológicos

O elo entre educação e serviço

Crédito: Claudia Dalmuth/ON

No escritório de moderna arquitetura, a estante com alguns livros e a parede recheada de certificados dizem muito sobre a personalidade de George Herbert Ruschel. Na estrada profissional há mais de 35 anos, a trajetória de Ruschel deixa claro que a sede de conhecimento do cirurgião-dentista, formado pela Universidade de Passo Fundo (UPF), está longe de cessar e tampouco fica restrita somente a ele. Como diretor da Elosul e coordenador de alguns dos muitos cursos oferecidos pela instituição, está sempre passando adiante o conhecimento que reúne, tanto para os alunos de sua escola quanto para os clientes de suas clínicas. “Quando eu converso com meus clientes, sempre digo que eu não vendo produtos, eu vendo conhecimento”, assegura.

No currículo, Ruschel carrega uma variedade de formações. Após terminar a faculdade de Odontologia, deixou Passo Fundo para viver durante um ano em São Luiz Gonzaga e, em seguida, seguiu para o município de Santo Ângelo, onde conseguiu a oportunidade de trabalhar em um hospital do Exército. Foi também na região missioneira que montou sua própria clínica e construiu a maior parte da carreira profissional e acadêmica, por mais de três décadas. Como alguns dos certificados pendurados por seu consultório revelam, fez especialização em Educação pela Fundação Missioneira de Ensino Superior, em Protése Dental pela UPF, em Periodontia pela Associação Odontológica do Norte do Paraná e em Implantodontia pelas Faculdades Unidas do Norte de Minas. Ainda, concluiu mestrado e doutorado em Odontologia, pela Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre e pela Universidade de Ribeirão Preto, respectivamente. Fora do país, chegou a realizar curso de Cerâmicas na Alemanha e de Cirurgia Avançada em Harvard, nos Estados Unidos.

Assim, com uma bagagem tão vasta, Ruschel conta que constatou ter construído um profissional diferenciado. “Era um profissional que já não cabia mais em uma cidade menor, porque não tem sentido você montar toda uma estrutura profissional e ficar limitado ao perfil de clientela de uma cidade pequena”. Com essa percepção unida à atração pela área educacional, Ruschel teve a ideia de montar uma escola em Passo Fundo. “Eu tentei várias vezes montar um grupo profissional para montar a escola comigo, mas não deu certo. Na hora de fazer o investimento, não acontecia nada. Até que um dia eu cheguei à conclusão de que eu queria vir de qualquer forma”, conta. Sozinho, contando apenas com a coragem e determinação que o seguiram durante toda a carreira, Ruschel decidiu comprar um terreno próximo ao recém-instalado Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) de Passo Fundo. “Eu sabia que a iniciativa iria atrair muita coisa em termos de saúde para a região”, explica.

Após a compra do terreno, no momento de construir aquela que se tornaria a Elosul, mais uma vez os conhecimentos de Ruschel vieram a calhar. Ainda jovem, antes de decidir cursar Odontologia, ele havia se aventurado em um curso de desenho arquitetônico. Embora tenha optado por não exercer tal profissão, o dentista garante que o conhecimento é uma aquisição que jamais vai embora. “Como eu já havia trabalhado com desenhos arquitetônicos, pude participar ativamente do projeto de construção e, associado com a minha esposa, construímos uma coisa bem bacana e com um critério bastante fiel àquilo que a gente desejava, que era um projeto com sustentação”, conta. “Começamos com um projeto tímido e aos poucos fomos mudando. Hoje nós temos mais de 1500m de área, com tudo que possa imaginar. Construímos uma estrutura extremamente diferenciada, talvez a mais diferencia do estado. É um espaço que une escola e clínica”, expõe.

“Eu vim para ficar”

Nas palavras do próprio George Ruschel, todo esse histórico profissional é um histórico de quem quer, agora, terminar a vida profissional em Passo Fundo. Clinicamente em terras passo-fundenses há um ano - embora há 15 administre a Elosul -, a mudança para o município tem sido gradativa. “Estou dividindo meu atendimento entre Santo Ângelo e Passo Fundo. Optei por uma separação lenta e progressiva. Agora eu estou trabalhando bem mais aqui, tenho uma agenda bem regular, mas ainda viajo para lá. Na região das missões e até a fronteira, eu construí um nome significativo, sou muito conhecido, mas tomei a decisão de voltar para Passo Fundo e terminar minha vida profissional aqui, fazendo o que eu queria, que é estar em um lugar do jeito que eu planejei. Estou construindo isso e penso que as decisões na vida da gente têm que ser feitas. Nada acontece se você não decidir. Se você decidir e errar, pelo menos você tentou. Então eu decidi e estou tentando, não estou acomodado”, descreve.

É às escolhas, inclusive, que o dentista atribui o próprio sucesso profissional. “Tudo que tenho é fruto do meu trabalho e das escolhas corretas que eu fiz. Eu escolhi as especialidades corretas, nos momentos corretos e tive os resultados corretos”. Prova disso, segundo ele, é o pioneirismo no ramo da implantodontia. “Eu já passei de seis ou sete mil implantes colocados e sou um dos primeiros implantodontistas do estado. Na época que eu decidi entrar na implantodontia, ela era uma área muito criticada. As pessoas falavam mal, diziam que não funcionava, que era uma picaretagem. Eu não vi desse jeito. Eu vi como uma oportunidade de conhecer mais um pouco sobre odontologia, fui estudar em Araraquara, voltei e comecei a colocar os implantes, então construí uma base sólida para expandir. São decisões. Agora, vim para Passo Fundo para ficar. Eu estou qualificado e pronto para dar um atendimento igualmente qualificado”.

Diferencial no atendimento

Saber lidar com o paciente, se comunicar, olhar olho no olho, transferir carinho e segurança para ele... Atitudes assim, que para os profissionais podem parecer pequenas, para os clientes fazem toda a diferença. É por isso, diz Ruschel, que ele se considera diferente. “Acho que sou um profissional muito mais humano. Não diferencio ninguém. Eu estou fazendo isso porque eu acho que tudo que eu ganhei na minha vida foi pelo meu trabalho. E se eu ganhei tudo isso, será que eu não posso ajudar alguém? Não é só chegar ali e atender, você tem que se tornar um amigo do cliente e isso é algo que extrapola o que você aprende dentro da universidade. Fico feliz de poder passar isso hoje para os acadêmicos da Elosul”. Na opinião dele, ter trazido a Elosul para Passo Fundo é também um sinal de que está fazendo a própria parte dentro da sociedade: educando pessoas. “Eu sou o diretor de uma escola pela qual já passaram milhares de alunos. A gente tem uma responsabilidade com a sociedade, olhe quantos profissionais formados pela gente”, exemplifica.

Novas conquistas e apoio familiar

Após três anos e meio de estudos em Ribeirão Preto, em agosto deste ano, George Ruschel alcançou ainda o título de doutor em Odontologia. Uma conquista que, para ele, em âmbito pessoal é sinônimo de vitória e renovação da autoestima. “Foi uma vitória para mim, de um teste que provou que um rapaz humilde, com mãe costureira e pai sargento, pode fazer todas essas especialidades, estudar na Europa, estudar na América do Norte e se transformar em um doutor. É um exemplo que você deixa para os filhos e amigos”, opina. “Eu tenho um filho que está fazendo Medicina em Buenos Aires e ele escreveu algumas coisas para mim, mencionando o quanto era importante a minha existência, no sentido de ele me ter como um perfil a ser seguido, no sentido de ter um pai trabalhador, honesto, dedicado e ainda agora com doutorado. Para ele, era uma felicidade enorme. Então eu tenho a alegria de dizer que, se tratando da minha família, eu recebo todo o suporte. É uma alegria poder, com quase 60 anos, ainda ser paradigma para eles e mostrar que é possível. A família é fundamental. Se você não estiver bem, são eles que vão te apoiar e, felizmente, toda a minha vida teve um suporte familiar. Eu sempre questionei a minha mulher antes de fazer qualquer coisa e ela sempre me disse ‘se você estiver feliz, nós vamos estar felizes’”, menciona com afeto.

A Elosul

Há cerca de 15 anos no mercado, a Elosul oferece um amplo leque de cursos e serviços, especialmente ligados à saúde e estética. Inicialmente fundada sob o nome de Iodontus, rementendo à Odontologia, passou a funcionar recentemente como Elosul para abranger todas as áreas de formação oferecidas dentro da instituição. “Percebemos que o mercado, hoje, é extremamente dinâmico e não pode se resumir a um só perfil de pacientes ou de serviços. Começamos a trabalhar com áreas que extrapolavam aquilo que era o nome da clínica, por isso pensamos em um novo nome. ‘Elosul’ porque o elo representa a ligação de várias coisas que, simultaneamente, formam nossa empresa”, explica Ruschel, que dirige o espaço.

Na ampla e moderna estrutura, com localização privilegiada, são ministrados cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação e que vão desde técnicos e especializações técnicas até pós-graduações latu sensu. Os alunos contam com salas de aula climatizadas e equipadas com multimídia, laboratórios próprios e para hands on, consultórios com equipamentos de alta qualidade, cantina, ambiente climatizado e preparado para atendimento de deficientes físicos, além de biblioteca. “Em outubro, estaremos abrindo também uma turma de mestrado em Tecnologias Aplicadas à Saúde. É um adicional e um passo preliminar à aberta de um doutorado. O objetivo dentro de dois anos, mais ou menos, então, é estar com um doutorado na Elosul, suportado pela Funorte, que é a nossa mantenedora. São sonhos que estão se transformando em realidade. Aos poucos estamos consolidando a marca Elosul, de qualidade em educação, e oferecendo um novo padrão como clínica”, Ruschel defende.

De acordo com o cirurgião dentista e diretor, alguns dos cursos ministrados pela Elosul são praticamente exclusivos na região, como é o caso do curso de Prótese Ocular - só existem outras duas escolas com este curso no Rio Grande do Sul. “Nós construímos os profissionais que vão atuar nessas áreas, então é um compromisso importante. A gente sabe que Passo Fundo é o terceiro maior polo de saúde do Sul e estamos dentro desse contexto tentando melhorar ainda mais o nível conceitual. Por isso, apostamos na qualificação dos profissionais que trabalham aqui. Mesmo nos nossos cursos técnicos, a maioria dos professores têm mestrado. Temos uma quantidade enorme de professores doutores e de professores que trazemos de fora para qualificar mais ainda os alunos”, pontua.

Planos

Para o futuro, George Ruschel adianta que, em breve, a Elosul deve contar com um curso de sedação consciente e um novo laboratório, de tecnologia de ponta, para construção de próteses feitas por computador. “É um grande investimento, mas mais que tudo isso físico, o que me empolga são os cursos. O conhecimento é a coisa mais importante. Não adianta você ter um carro extraordinário e não saber dirigir, por exemplo. Então, assim que consolidar meu atendimento mais em Passo Fundo do que em Santo Ângelo, quero focar no ensino. Vou continuar na parte cirúrgica e de implantodontia, mas muito na parte de pesquisa também. É o que eu mais gosto. À medida que você vai tendo mais conhecimento, você sente uma obrigação não de transferir o que sabe para os outros, mas de sim de ajudar outros”, finaliza.

 

Elosul

Rua Uruguai, 1977, Centro

(54) 3317-9555

elosulpf.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE