PUBLICIDADE

Polícia


Segurança pública vai contar com apoio de 58 novas câmeras de videomonitoramento

Publicada em: 09/11/2018 - 16:20

Instalação das câmeras iniciam dia 19 e devem ser concluído em menos de um mês

Segurança pública vai contar com apoio de 58 novas câmeras de videomonitoramento

O investimento da aquisição das câmeras foi de R$350 mil

Crédito: Caroline Lima/Assessoria de Imprensa Acisa

Mais um passo do Projeto Guardião foi dado nesta semana, com intuito de reforçar a segurança de Passo Fundo. Em cerimônia realizada na noite dessa quinta-feira (08), no quartel do 3° RPMon, as 58 novas câmeras de videmonitoramento foram entregues à Brigada Militar. Os equipamentos foram adquiridos pela iniciativa privada, através de recursos doados pelas entidades que integram a comissão do projeto. O material vai começar ser instalado a partir do próximo dia 19.


O presidente da Acisa, Evandro Silva, entende que essa é mais uma etapa alcançada do projeto que iniciou há quase três anos. “Sabemos que a responsabilidade da segurança pública é do estado, mas entendemos que se nós não nos envolvermos, não teremos um resultado efetivo prático em curto prazo”, disse.


Ele ainda acrescentou que a entrega das câmeras é o primeiro passo de um projeto ainda maior. “Para que se tornasse realidade buscamos a parceria das outras entidades, que prontamente nos atenderam, e também dos poderes executivo e legislativo. O primeiro passo foi a instalação da sala de videomonitoramento, que está funcionando no 3º RPMon e agora começamos com o segundo passo que é a instalação dessas primeiras câmeras”, pontuou.


O investimento da aquisição das câmeras foi de R$350 mil. A previsão é que a instalação dos equipamentos inicie no fim do mês e termine até o dia dez de dezembro. “Agradecemos muito por essa iniciativa. É fantástico a gente conseguir receber esse aporte de 58 novas câmeras. Junto com as câmeras já existentes, conseguiremos enxergar melhor a cidade de Passo Fundo e realizar um trabalho preventivo, ainda mais agora que se aproxima uma época de maior fluxo comercial e de maior movimentação financeira, com a chegada das festas de fim de ano”, salientou o comandante do 3º RPMon, Tenente Coronel Volnei Ceolin.


O projeto prevê a instalação de 386 câmeras no total. O presidente do Comitê Gestor do Projeto Guardião, José Luís Turmina, disse que até o final do próximo ano a previsão é instalar mais 200 equipamentos. “Ano que vem teremos muito trabalho, então para dar andamento contínuo ao projeto, criamos o comitê gestor que é formado por representantes das entidades de classe do município e que atuarão pelo período de dois anos”, comentou.


O projeto
O Projeto Guardião é inspirado no Projeto Olho Vivo implantado na cidade de Marau e que ajudou a reduzir os índices de criminalidade no município. No projeto, que consiste em um sistema de videomonitoramento que conta com alta tecnologia, as câmeras deverão auxiliar na prevenção e na elucidação de crimes, a partir das imagens gravadas em HD e que podem ficar arquivadas por até 30 dias. Também será possível, através de câmera OCR, identificar as placas dos veículos que trafegam pelas ruas, localizando possíveis veículos furtados ou que estejam envolvidos em ocorrências policiais. O sistema de videomonitoramento ficará sob a responsabilidade da Brigada Militar, no 3º RPMon, e contará com espelhamento na Polícia Civil, onde foram instalados monitores na 1ª Delegacia de Polícia.


A iniciativa é o resultado de um trabalho realizado em conjunto pelas entidades e órgãos públicos e privados de Passo Fundo, como Acisa, CDL, Sincongêneros, Sinduscon, Sindilojas, Sindicontábil, Sindicado Rural, OAB, Câmara de Vereadores, Justiça Federal, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual, Brigada Militar, Polícia Civil e Consepro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE