PUBLICIDADE

Polícia


Polícia Civil analisa vídeos de briga entre adolescentes

Publicada em: 08/10/2019 - 18:00, por Isadora Stentzler/ON

Pelo menos 14 suspeitos já foram identificados. Promotoria abriu expediente e disponibiliza e-mails para comunidade

Polícia Civil  analisa  vídeos de briga entre adolescentes

Crédito: Reprodução

Após vídeos de uma briga entre adolescentes no parque da Gare viralizarem entre a noite de segunda-feira (7) e a manhã desta terça-feira (8), em Passo Fundo, a Delegacia de Proteção à Criança (DPCA) abriu um inquérito para investigar o caso. Até à tarde de hoje, a Polícia Civil já tinha 14 suspeitos e estudava a possibilidade de mandado de busca e apreensão. Não foi informado quando foram gravados os vídeos.


Em um deles, um grupo de sete adolescentes deixa o parque da Gare e atravessa a rua Sete de Setembro, ficando ao lado do prédio do Senac. Ali eles atacam duas pessoas (aparentemente também adolescentes). Quando o grupo se aproxima, um dos dois está abaixado e o outro encostado na grade. Dois dos sete atacam o que está próximo à grade e os outros cinco desferem chutes e socos no que estava abaixado. O que filma grita duas vezes “Mata! Mata!”, enquanto o indivíduo abaixado apanha. O vídeo dura 28 segundos e termina com o grupo correndo atrás do indivíduo que estava encostado na grade, que fugiu.


Em outro, o grupo aparece comemorando. Eles gritam o nome de um indivíduo e pedem onde estão “os 22 amiguinhos dele”. “Onde é que tão? Ah! Cinco já foram pra estouro hoje, cadê o resto? Só os piá ruim [sic]”. Neste vídeo também aparece uma adolescente mulher.


Não foi informado quando as cenas foram gravadas, mas, segundo o tenente-coronel Volnei Ceolin, comandante do 3º Regimento de Polícia Montada (3º RPMon), não foram gravados hoje. “Não sei se foi hoje, mas eles já estão identificados e indicados à promotoria da infância”, explicou.


De acordo com Ceolin, a Brigada Militar identificou dez indivíduos, todos menores de 18 anos.


Vídeo com arma


Na Delegacia de Proteção à Criança, onde o caso é investigado, a Polícia Civil juntou 14 nomes até esta tarde e encontrou o vídeo de um dos adolescentes suspeitos com uma arma de fogo. Existe a suspeita de que os adolescentes façam parte de algum grupo novo, mas Polícia Civil ainda junta provas para saber se as brigas tinham relação com disputa de espaço e se fazem partes de gangues.


A promotoria, que também tomou conhecimento do caso hoje, determinou abertura de expediente e solicitou reunião com o Comando da Brigada Militar. “Determinei a abertura de expediente na promotoria no que recebi o primeiro vídeo, hoje [ontem] pela manhã, onde estou reunindo todas as informações para identificação dos envolvidos e clareza dos fatos. Já está designada uma reunião na promotoria com o Comando da BM”, esclareceu a promotora Cleonice Aires, da 3ª Promotoria de Justiça Especializada.


A promotoria ainda disponibilizou três e-mails para que a comunidade envie informações sobre o caso (abaixo).


Reforço na segurança


Após o ocorrido, Ceolin destacou que a segurança no Parque da Gare foi intensificada com a Bike Patrulha e a patrulha hípica. Tratativas com outras autoridades também estão sendo tomadas, além de “ações de inteligência para que essas ações não se repitam”. “É uma briga de gurizada. Hoje repercutiu bastante. Mas é uma gurizada, fazendo, cometendo uma briga com outros menores ali. Mas intensificamos o policiamento na Gare. E já estamos em tratativas com autoridades.”


Não há câmera de videomonitoramento em funcionamento no Parque da Gare, o que, de acordo com Ceolin, também deve ser buscado.

 

Informe ao Ministério Público
A promotora Cleunice Aires, da 3ª Promotoria de Justiça Especializada, disponibilizou e-mails para que populares que tenham informações sobre o caso envolvendo os adolescentes passem ao Ministério Público.


Os contatos são:


[email protected] (Geral)


[email protected] (Exclusivo das especializadas)


[email protected] (Exclusivo do gabinete da promotora Cleunice)

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE