PUBLICIDADE

Saúde


Evento vai debater diagnóstico e prevenção do câncer em crianças

Publicada em: 12/09/2019 - 06:00

Com o tema rastreamento do câncer em recém-nascidos, o evento acontece nesta sexta-feira

O médico Bonald Cavalcante de Figueiredo será um dos palestrantes no I Fórum de Prevenção Diagnóstico e Tratamento do Câncer Infantojuvenil. Com o tema rastreamento do câncer em recém-nascidos, o evento acontece nesta sexta-feira, às 19h, no auditório da faculdade de Medicina da UPF. Considerado referência no assunto, Bonald atua como pesquisador e médico no Instituto de Pesquisa Pequeno Príncipe, em Curitiba.


A iniciativa partiu da Câmara de Vereadores, através da Comissão de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos (CCCDH), em contato com o médico Pablo Santiago, que também será um dos palestrantes, ao lado de Karina Fraguas Tosin, bacharel em Direito, mestranda e pesquisadora da área de diagnóstico precoce.

 

De acordo com o presidente da Comissão, vereador Saul Spinelli, o evento, além de ampliar o debate com a comunidade médica, hospitalar, acadêmica e toda a rede de atenção às pessoas com câncer e seus familiares, vai chamar a atenção para a importância da implementação do rastreamento da doença em recém-nascidos, através do teste do pezinho, P53.


"Curitiba é uma referência na realização deste tipo de teste. Quando identificado alguma mutação no gene P53, a criança passa a ter um acompanhamento. Em caso de manifestação da doença, o tratamento inicia imediatamente", diz Spinelli. Segundo ele, no município catarinense de Chapecó, o índice de mutação do gene é de uma criança para cada mil.


Pesquisadora no setor de oncopediatria do Hospital São Vicente de Paulo, Luziane Fabiane, afirma que o exame genético vem sendo realizado desde 2016 no hospital. Atualmente são cerca de 150 crianças, entre tratamento da doença e acompanhamento. Segundo ela, quando constatada a mutação do gene através do exame, a possibilidade de desenvolvimento da doença ao longo da vida é de 50%. "As chances de cura da doença quando identificada em seu início são bem maiores", comenta a especialista.
A inscrição para o Fórum é gratuita é pode ser feita através do site hsvp.com.br

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE